3 NOV
Igreja de São Roque | 21h00
Ensemble MPMP
Portugal 1800
19h00 | Visita Guiada ao Museu de São Roque
20h30 | Atelier Infantojuvenil no Museu de São Roque




Portugal 1800. Obras de Leal Moreira, João José Baldi e Marcos Portugal em estreia moderna.

Após três anos consecutivos a recuperar repertório sacro e a apresentá-lo no Festival "Música em S. Roque", o Ensemble MPMP propõe uma viagem de volta ao tempo histórico da sua primeira aventura, o início do século XIX. O 'Te Deum' de Marcos Portugal, obra central deste programa, estreada em 1802, foi uma das obras com maior notoriedade nacional e internacional, tendo sido apresentada em Portugal, Espanha, França, Brasil e Inglaterra. Foi obra de repertório durante mais de um século tanto em solo nacional como brasileiro, e era apresentada como "modelo perfeito desse género musical" aos alunos do Conservatório de Paris, segundo Monteiro de Almeida. Propomo-nos trazer vida a um trabalho musicológico e musicográfico por parte de uma das maiores autoridades no que a Marcos Portugal diz respeito, António Jorge Marques, que preparou a edição crítica desta obra que será aqui utilizada pela primeira vez. Na primeira parte, inicia-se o programa com uma sinfonia em ré maior, de 1805, do célebre António Leal Moreira, pretendendo-se depois dar a conhecer ao grande público um nome menos conhecido na nossa época, mas que no seu tempo foi igualmente tão célebre quanto os anteriores: João José Baldi. Mestre de Capela da Sé de Guarda e de Faro, Baldi terá sido um notável organista, pianista e cantor, com a curiosidade de ter sido aluno de António Leal Moreira no Real Seminário Patriarcal. A sua missa em mi bemol maior, de 1803, cujo manuscrito se encontra presentemente na Biblioteca Nacional de Portugal e já esteve exposto numa importante exposição em Itália, é claramente representativa do seu enorme talento criativo. Tanto a sinfonia de Leal Moreira como a missa de Baldi serão também apresentadas em estreia moderna e, neste caso, as partituras serão propositadamente editadas para este efeito pelo MPMP.



Jan Wierzba | Direção
Patrycja Gabrel | Soprano
Ana Ferro | Contralto
Marco Alves dos Santos | Tenor
Leandro Silva | Baixo