População Idosa

Prestação de serviços e desenvolvimento de atividades com vista à manutenção da autonomia, quebra do isolamento e melhoria da qualidade de vida das pessoas idosas.
EQUIPAMENTOS

Centro de Dia

Centro Dia Nossa Senhora dos Anjos
Rua Andrade, 13G
1170-013 Lisboa

T: 218 164 000


Centro Dia Nossa Senhora da Pena
Paço da Rainha, 46 
1150-246 Lisboa

T: 218 847 060


Centro Dia do Alto Pina
Rua Capitão Henrique Galvão, 2 
1900-009 Lisboa

T: 218 411 070


Centro de Dia S. Bartolomeu do Beato
Rua D. Luís Coutinho, 56 | Bairro Madre Deus
1900-386 Lisboa

T: 218 685 063


Centro Social da Sé
Rua Nova da Trindade, 15
1200-301 Lisboa

T: 218 824 600 


Centro Social Polivalente São Cristóvão e São Lourenço
Rua Marquês Ponte Lima, 42
1100-339 Lisboa

T: 218 824 060


Centro de Dia de Santo Condestável
Rua Francisco Metrass | Igreja St.º Condestável
1350-140 Lisboa

T: 213 971 756

 
Centro de Dia Rainha D. Maria I
Rua Tenente Espanca, 27 - 1º andar
1050-220 Lisboa

T: 217 815 290

 
Centro de Dia de Santo Eugénio
Alameda da Encarnação
1800-187 Lisboa

T: 218 540 950

 
Centro de Desenvolvimento Comunitário Bairro dos Lóios (Espaço Gerações)
Rua Pedro José Pezarat | Edifício Amarelo/Azul
1950-241 Lisboa

T: 218 365 000


Centro de Dia da Quinta das Flores
Rua José do Patrocínio / Rua Pedro de Azevedo
1950-234 Lisboa

T: 218 314 007


Centro de Dia do Alto do Lumiar
Rua Vasco da Gama Fernandes, 11ª
1750-376 Lisboa

T: 217 553 400


Centro Comunitário de Telheiras
Rua Prof. Mário Chicó, 3
1600-643 Lisboa

T: 217 506 060


Centro Dia Coração de Jesus e São José
Calçada Santo António, 3
1150-313 Lisboa

T: 213 162 672

 
Centro Social São Boaventura
Rua de São Boaventura, 111
1200-408 Lisboa

T: 213 403 320

 
Centro de Dia Frei Miguel Contreiras
Rua Presidente Arriaga, 24ª
1200-773 Lisboa

T: 213 943 880

 
Centro Social Polivalente Bairro Boavista
Rua Rainha Dona Brites - Bº Boavista | Benfica 
1500-534 Lisboa

T: 217 624 200
cai.boavista@scml.pt


Centro Social Comunitário do Bairro da Flamenga
Rua Ferreira de Castro, 42 | Marvila 
1950-135 Lisboa

T: 218 394 590
flamenga.diaslo@scml.pt

 
Centro de Desenvolvimento Comunitário da Charneca
Azinhaga do Reguengo | Santa Clara
1750-245 Lisboa

T: 217 529 020 | 217 529 029
cd.charneca@scml.pt

UDIP Alta de Lisboa


Centro Social Polivalente do Bairro das Furnas
Rua Padre Carlos dos Santos - Bº das Furnas | São Domingos de Benfica
1500-901 Lisboa

T: 217 223 631
csp.bairrofurnas@scml.pt

 
Edifício de Equipamentos do Bairro Padre Cruz
Rua Rio Guadiana, lote 22 | Carnide 
1600-647 Lisboa

T: 217 122 220

Serviço de Apoio Domiciliário

SAD Alameda
Paço da Rainha, 46
1150-246 Lisboa

T: 218 847 060


SAD Madredeus
Rua D. Luis Coutinho, 56 | B.º Madre Deus
1900-386 Lisboa

T: 218 685 063

 
SAD Colinas
Rua Nova da Trindade, 15
1200-301 Lisboa

T: 218 824 600

 
SAD Descobertas
Av. Ceuta Norte, Lote 15 - pisos 0, 1 e 2
1300-125 Lisboa

T: 213 600 621

 
SAD Avenidas
Rua Lagares d'el-Rei, 4
1700-268 Lisboa

T: 218 436 100 


SAD Oriente
Alameda da Encarnação
1800-187 Lisboa

T: 218 540 950

 
SAD Marvila
Rua Ferreira de Castro, 42
1950-135 Lisboa

T: 218 394 590

 
SAD Alta de Lisboa
Rua Vasco da Gama Fernandes, 11ª
1750-376 Lisboa

T: 217 553 400

 
SAD Luz
Rua Rio Guadiana, lote 22
1600-647 Lisboa

T: 217 122 220

 
SAD Tejo
Rua de São Boaventura, 111
1200-408 Lisboa

T: 213 403 320

CRITÉRIOS DE ADMISSÃO

Equipas de Apoio a Idosos

Equipas interdisciplinares orientadas especificamente para acolher, atender e acompanhar cidadãos idosos.
  • Ter 65 ou mais anos;
  • Estar em situação de isolamento e/ou de grande vulnerabilidade social, a viver só ou em agregados só de idosos, com preponderância dos fatores de risco sobre os fatores protetores, verificados através da avaliação técnica.

Teleassistência

  • Ser beneficiário do serviço de apoio domiciliário e/ou de centro de dia da SCML;
  • Beneficiar de enquadramento proporcionado pelo Voluntariado da SCML;
  • Encontrar-se em situação de isolamento e/ou dependência;
  • Dispor de número de telefone não confidencial, a fim de poder ser identificado pelo Serviço de Teleassistência

Centros de Dia

  • Pessoas residentes na cidade de Lisboa, sendo dada prioridade a quem se encontre em situação de precariedade, isolamento, dependência e/ou risco social por razões de inexistência de família ou rutura/desajustamento familiar grave.
Esta resposta está sujeita ao pagamento de uma comparticipação definida de acordo com o escalão de rendimentos e tabela em vigor. Veja no mapa os Centros de Dia da SCML.

Apoio Domiciliário

Acesso ao Serviço
  • Pedido efetuado pelo próprio, por um familiar, amigo ou vizinho;
  • Por todos os serviços / equipas da SCML que identifiquem a necessidade;
  • Por serviços/entidades externas à SCML, que devem formalizar o pedido através de correio eletrónico.
Esta resposta está sujeita ao pagamento de uma comparticipação definida de acordo com o escalão de rendimentos e tabela em vigor. Veja no mapa os Serviços de Apoio Domiciliário da SCML.

Apoio Domiciliário Integrado
  • Resposta social assente em serviços integrados, de apoio social e cuidados de saúde, prestados pelas Unidades de Saúde Santa Casa, no domicílio.
  • Todos os beneficiários do serviço de apoio domiciliário da SCML têm acesso ao apoio domiciliário integrado, sempre que necessário.

Residência Assistida (apartamentos/moradias)

  • Residir na cidade de Lisboa;
  • Ter idade igual ou superior a 65 anos ou, excecionalmente, idade inferior;
  • Ser funcionalmente independente e ter capacidade de decisão;
  • Viver em habitação, sem as condições mínimas de habitabilidade, que possa pôr em risco a sua vida ou bem-estar sem que tenha capacidade para proceder às necessárias alterações habitacionais ou não dispor de habitação.
  • Ter insuficiência de recursos materiais e financeiros;
  • Ser vítima de maus tratos (físicos, psicológicos e/ou económicos);
  • Encontrar-se em situação de isolamento, por inexistência de familiares / rede social;
  • Mostrar disponibilidade para participar ativamente na vida quotidiana da residência, de acordo com as suas capacidades.
Acesso ao Serviço
  • O pedido de integração deve ser efetuado pelo próprio através das várias equipas e equipamentos da SCML
Esta resposta está sujeita ao pagamento de uma comparticipação definida de acordo com o escalão de rendimentos e  tabela definida no regulamento de comparticipações em vigor.

Residência Temporária

  • A necessidade do acolhimento ser de caráter temporário, por período não superior a três meses;
  • A pessoa encontrar-se numa situação de incapacidade/dependência que implique o apoio de terceiros para a realização das atividades de vida diária, mas cujos cuidados não exijam um acompanhamento médico e de enfermagem 24 horas por dia;
  • Não se encontrar em situação cuja resposta social mais adequada seja o acolhimento residencial tendencialmente permanente.
  • É atribuída prioridade às situações em que se verifique a necessidade de ausência temporária do principal cuidador, principalmente por razões de saúde
Esta resposta está sujeita ao pagamento de uma comparticipação definida de acordo com o escalão de rendimentos e tabela definida no regulamento de comparticipações em vigor.

Residência (lar de idosos)

  • Residir em Lisboa;
  • Ter idade igual ou superior a 65 anos ou, inferior, desde que se encontre em situação de incapacidade física e/ou psíquica;
  • Encontrar-se em situação de isolamento, por inexistência de familiares ou por razões de rutura/desajustamento familiar grave;
  • Não dispor de habitação ou viver em habitação sem as condições mínimas de habitabilidade, que possa pôr em risco a sua vida ou bem-estar, sem que tenha capacidade para proceder às necessárias alterações habitacionais;
  • Apresentar insuficiência de recursos materiais e financeiros;
  • Não sofrer de anomalia psíquica grave ou profunda, que prejudique o regular funcionamento do estabelecimento e o convívio entre todos os residentes, apresentando, para o efeito, o respetivo atestado médico;
  • Não ser possível disponibilizar outro tipo de resposta alternativa, que responda às necessidades específicas do candidato, nomeadamente apoio domiciliário;
  • Na admissão a esta resposta é dada prioridade a candidatos beneméritos e aos candidatos mais idosos e, de entre eles, os que reúnam o maior número de critérios de admissão.
O pedido de integração nesta resposta deve ser efetuado através dos serviços da SCML. Esta resposta está sujeita ao pagamento de uma comparticipação definida de acordo com o escalão de rendimentos e tabela definida no regulamento de comparticipações em vigor.