Conferência Europeia sobre Saúde Mental e Exclusão Social
Destaques
"O NPISA é uma resposta centrada nas pessoas"
Foi assim que Sérgio Cintra definiu o trabalho da rede social de Lisboa, na sessão de abertura da XIV Conferência Europeia SMES.

"Dignidade e bem-estar. Juntos Podemos" é o tema em debate da XIV Conferência Europeia SMES - Rede Europeia para a Saúde Mental e Exclusão Social que decorre até este sábado, 18 de março, no Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa (CHPL), uma iniciativa coorganizada e patrocinada pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML)

Fenando Araújo, secretário de Estado Adjunto e da Saúde; Sérgio Cintra, administrador da Ação Social da Misericórdia de Lisboa; Teresa Sustelo, presidente do Conselho de Administração do CHPL; Sofia Borges Pereira, vogal do Conselho Diretivo do Instituto de Segurança Social; e João Afonso, vereador dos Direitos Sociais da Câmara Municipal de Lisboa, foram os oradores da sessão de abertura da XIV Conferência Europeia SMES, esta sexta-feira, 17 de março, no anfiteatro do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa.

"O desafio desta conferência é identificar práticas inovadoras com o objetivo de promover respostas eficazes na área social e da saúde", sublinhou o administrador da Ação Social, Sérgio Cintra.

"A Santa Casa associou-se a esta iniciativa uma vez que, ao longo da sua história, tem procurado, com criatividade, enfrentar a complexidade dos problemas sociais".

O administrador elogiou "o modelo inovador de intervenção na cidade de Lisboa para os sem-abrigo que foi implementado e consolidado nos dois últimos anos".
Trata-se do Núcleo de Planeamento e Intervenção Sem-Abrigo (NIPSA), um modelo que "resolve problemas de forma rápida e eficaz, rentabilizando os recursos disponíveis", referiu Sérgio Cintra.

Este formato de intervenção alia cogovernação, ação concertada e integrada com várias entidades, que trabalham em conjunto para melhorarem os resultados no que se refere à prevenção e minimizarem os riscos e problemas dos sem-abrigo.

Além disso, o NPISA "evita sobreposição de intervenções e duplicação de esforços na criação de respostas para as necessidades dos públicos mais vulneráveis".
Por sua vez, o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo, afirmou que a saúde mental e o bem-estar são fundamentais para a capacidade individual e coletiva, acrescentando que "as perturbações psiquiátricas e problemas mentais tornaram-se a principal causa de incapacidade e de morte prematura, principalmente nos países ocidentais".

Alertando para o grave problema dos sem-abrigo, Teresa Sustelo, Sofia Borges Pereira e João Afonso salientaram que esta iniciativa contribui para reflexão da problemática dos sem-abrigo.

Promovido pela SMES-Europa (Santé Mentale et Exclusion Sociale), este encontro conta com a participação de oradores de cinco países, sendo organizado e patrocinado pela Misericórdia de Lisboa, pelo Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa e pela Câmara Municipal de Lisboa. 

A Santa Casa associa-se à XIV conferência Europeia SMES pelos desafios que a problemática dos sem-abrigo coloca, nos contextos nacional e internacional, tendo em vista a cooperação e uma intervenção integrada.

17 de março de 2017

Facebook