Homenagem Voluntários 2017
Destaques
Homenagem aos voluntários
​Cerca de 39 voluntários que trabalham há vários anos com a Santa Casa Casa, foram homenageados esta terça-feira, 5 de dezembro, dia Internacional do Voluntariado.

Sob o lema "Quem dedica tanto tempo a cuidar, merece um dia dedicado a si", celebrou-se esta terça-feira, dia 5 de dezembro, na Sala de Extrações, a já habitual e importante cerimónia de homenagem aos voluntários que trabalham há mais de cinco e dez anos com a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

Os voluntários fazem parte da história e da obra da Santa Casa e, por isso, o momento foi de celebração, reconhecimento e valorização pelo trabalho e pelos afetos que todos eles dedicam diariamente quem mais precisa.

Eles que todos os dias fazem a diferença nos nossos equipamentos, receberam palavras de carinho e dedicação num dia em que se comemora, anualmente, o dia internacional do voluntariado.

A Sala de Extrações encheu para aplaudir estes homens e mulheres que, todos os dias, deixam um pouco de si nos mais variados equipamentos da nossa instituição.  Presente nesta cerimónia esteve o provedor, Edmundo Martinho, o vice-provedor, João Pedro Correia, e os membros da Mesa Sérgio Cintra e Filipa Klut.

O provedor começou por agradecer a todos os voluntários dizendo que "não há prova mais bonita do que a admiração, o reconhecimento e o obrigado". "Quero deixar aqui o meu muito obrigado a todos vós que, ao longo dos anos, têm vindo a dedicar parte do seu tempo aos outros e às causas, que afinal também são as causas que a Santa Casa prossegue".

No próximo ano o voluntariado na  instituição faz 20 anos e Edmundo Martinho gostaria que em 2018 "esta dádiva do voluntariado pudesse alargar-se".

Por sua vez, Sérgio Cintra, administrador da Ação Social, com o pelouro do voluntariado, começou por afirmar que "é uma honra pessoal estar convosco". "Estes momentos do voluntariado têm sempre uma expressão significativa importantíssima para nós porque é sem dúvida o momento em que vejo concentrados o maior número possível de anjos-da-guarda".

Referiu ainda que "os voluntários têm uma capacidade de trabalho que vai para além daquilo que lhes é pedido, e uma das grandes características do voluntário é conseguir fazer muito mais do que aquilo que lhe é pedido".

No final da sua intervenção, deixou uma palavra de gratidão a todos os presentes "ser voluntário não é só um ganho para a Misericórdia, é um ganho para as crianças, para os adolescentes, para todos aqueles que precisam do cuidado, e nós enquanto Mesa e Misericórdia temos muito a aprender convosco".

Durante a cerimónia foi apresentado um filme dedicado aos voluntários, ao qual se seguiu a entrega de diplomas e troféus a todos os voluntários consagrados.      

Nesta homenagem não faltou também um momento musical, a cargo de Rui Drumond.

Luísa Godinho, diretora do Gabinete de Promoção do Voluntariado, deixou também uma palavra de agradecimento aos voluntários. "Muito obrigado por serem voluntários da Santa Casa há tanto tempo, e por fazerem parte desta grande equipa".


Galeria de Fotografias


6 de dezembro de 2017
Facebook