[vazio]
Destaques
Jogos Santa Casa premeiam mérito académico
As Bolsas de Educação Jogos Santa Casa pretendem incentivar a conciliação da carreira académica com a carreira desportiva dos atletas portugueses.

Os Jogos Santa Casa em colaboração com Federação Académica do Desporto Universitário (FADU) atribuíram nove Bolsas de Educação aos melhores estudantes-atletas na Universíada de Taipé, o maior evento mundial dedicado ao desporto universitário, que tenham obtido aproveitamento escolar, no ano letivo 2016/2017.

A cerimónia, que decorreu esta quarta-feira, 7 de fevereiro, no Museu Nacional do Desporto contou com a presença do provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Edmundo Martinho, do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, do secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo e do presidente da FADU, Daniel Monteiro.

Edmundo Martinho salientou que a iniciativa é “um reconhecimento a estes atletas que conseguiram com esforço e empenho compatibilizar o desporto e aproveitamento académico”.

O provedor enalteceu o desempenho da comitiva nacional garantindo que “A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa quer apoiar as boas causas e pretende ser parte de um processo que nos orgulhe a todos. Sentimos que estamos a contribuir para os atletas manterem viva a relação entre estudos e carreira desportiva”.

No final da sua intervenção Edmundo Martinho fez ainda referência ao apoio que os Jogos Santa Casa têm dado ao desporto olímpico e paralímpico nacional.

Manuel Heitor evidenciou o facto de a Santa Casa “premiar o mérito académico e desportivo dos atletas nacionais”, acrescentando que existe no caso dos atletas que conciliam uma carreira no alto rendimento com os estudos “uma vontade extra de conseguirem alcançar os objetivos”, constituindo-se como “exemplos que devem ser replicados”.

Opinião partilhada por Daniel Monteiro: “Estes atletas são um exemplo para todos os que não acreditam ser possível conciliar os estudos com o desporto e por isso enaltecemos o compromisso e o empenho da Misericórdia de Lisboa em premiar o mérito”.

As Bolsas de Educação Jogos Santa Casa, no valor de 1.000 euros cada, foram entregues a Francisco Belo, medalha de ouro (Atletismo) e Nuno Borges, medalha de bronze (Ténis) na Universíada de Taipé. A eles juntam-se Samuel Barata (Atletismo), Mara Ribeiro (Atletismo), Mariana Esteves (Judo), Diana Abrantes (Ginástica Artística), Inês Romero (Ginástica), Alexandre Pereira (Voleibol) e Bernardo Martins (Voleibol).

Os nove atletas representam as modalidades de atletismo, ténis, judo, ginástica artística e voleibol, tendo todos eles obtido diplomas (classificaram-se nos oito primeiros lugares). De referir ainda que vários atletas que participaram nesta Universíada de Taipé estão também a trabalhar para integrar o Projeto Olímpico Tóquio 2020.



7 de fevereiro de 2018
Facebook