Notícias


António Guterres alertou na Web Summit para “impacto social da quarta revolução industrial”

06 Novembro 2018
O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, discursou na conferência inaugural da Web Summit 2018, esta segunda-feira. O chefe da ONU lembrou que tem a preocupação de garantir que "a ONU é capaz de apoiar as tecnologias de ponta para maximizar o seu impacto positivo nas pessoas, no planeta e, ao mesmo tempo, minimizar os riscos do seu uso incorreto."

António Guterres assumiu que "a tecnologia cria benefícios enormes para as pessoas e para o planeta, ajudando a combater doenças, fome e aumentando o desenvolvimento econômico em todo o mundo", alertando, contudo, para os desafios que isso levanta. Exemplo desses desafios é o impacto social da quarta revolução industrial, que vai criar muitos empregos e provocar o desaparecimento de outros. O secretário-geral considera que "isso vai prejudicar a coesão social das sociedades", situação para a qual o mundo não está preparado, defendeu.

Como preparar o mundo para esta mudança? Para António Guterres, o caminho é "um investimento massivo em educação, mas uma educação diferente" porque "o que interessa não é aprender coisas, mas sim aprender como aprender coisas." Esta "revolução" vai, na opinião do secretário-geral da ONU, deixar muitas pessoas para trás, o que vai "forçar uma nova geração de rede de segurança social para permitir a sobrevivência das pessoas e um novo significado para as suas vidas."

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU

Em 2015 mais de 150 líderes mundias estiveram na sede da ONU para adotar formalmente uma nova agenda de desenvolvimento sustentável. Esta agenda é formado pelos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que devem ser implementados por todos os países do mundo até 2030.

Não é de forma inocente que nas paredes da Casa do Impacto se encontra uma imagem com estes objetivos. Com um modelo assente em quatro eixos de intervenção - Capacitação, Incubação, Investimento e Avaliação, a Casa do Impacto vai igualmente contribuir para a concretização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030, promovida pelas Nações Unidas, através da promoção de novas soluções para problemas da sociedade, em áreas tão diversas como a saúde, educação, empregabilidade, ambiente, combate à exclusão social, entre outros.


Para promover essa discussão na edição deste ano da cimeira tecnológica, a Casa do Impacto lança na quarta-feira o workshop «TECH MEETS THE 2030 SUSTAINABLE DEVELOPMENT GOALS» («A tecnologia encontra os objetivos de desenvolvimento sustentável para 2030»).

Este workshop foca-se no modo como as tecnologias digitais podem ser usadas para atingir os objetivos de desenvolvimento sustentável estabelecidos pelas Nações Unidas para 2030. Pretende mobilizar os empreendedores e startups tecnológicas presentes na Web Summit para as (boas) causas no domínio social, entendidas enquanto oportunidades de desenvolvimento económico sustentável que visam a transformação da sociedade. 
  
O primeiro painel vai apresentar  5 projetos tecnológicos e digitais desenvolvidos por empreendedores ou startups portuguesas que respondem a necessidades e problemas no âmbito dos ODS 2030. Inclui projetos premiados em concursos e competições como o Santa Casa Challenge, Gov Tech, Hack for Good, revelando o potencial da inovação social digital feita em Portugal.

O segundo painel fará uma reflexão sobre o modo como a agenda de desenvolvimento sustentável está a ser cumprida e como pode ser melhor cumprida com a emergência de novas tecnologias como a internet das coisas (IOT), a inteligência artificial (AI) ou o blockchain. Inclui um representante do setor público, a Sr.ª Ministra da Modernização Administrativa, responsável pelo Programa GovTech e representantes da Fundação Gulbenkian, Fundação Aga Khan e o provedor da Santa Casa.