Notícias


Arte e Bem-Estar

02 Outubro 2018
Teve lugar esta 2ª feira, dia 1 de outubro, o III Encontro da Unidade de Desenvolvimento e Intervenção de Proximidade (UDIP) Avenidas. Os trabalhos decorreram no edifício sede da Fundação Calouste Gulbenkian, numa data em que simbolicamente se assinala o Dia Mundial da Música e o Dia Internacional das Pessoas Idosas.

Os trabalhos da manhã contaram com um leque de intervenientes que partilharam a experiência de vários projetos sobre temas como a música para bebés, o teatro no hospital, a literatura infantojuvenil, a ópera na prisão ou a arte urbana, envolvendo entidades como a Fundação C. Gulbenkian, a Universidade Nova de Lisboa, o Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa e a Câmara Municipal de Lisboa.

No período da tarde, os participantes dividiram-se em 6 workshops, dinamizados por profissionais e voluntários de instituições locais, para responder às perguntas ‘o que é e como se faz?' - Musicoterapia, Teatro, Ópera, Dança, Artes plásticas e Origami.

A organização pretendeu chamar à atenção para a importância da arte no desenvolvimento pessoal. Enquanto forma de comunicação, terapia, pretexto para a promoção das sociabilidades, a arte constitui também um instrumento para a inclusão social, promotor do bem-estar.

Para além dos profissionais de áreas como ação social, saúde e cultura, participaram ao longo do encontro vários utentes, muitos dos quais com percursos ligados às artes.

A jornada proporcionou mais bem-estar aos cerca de 250 participantes, que saíram enriquecidos com novas ideias, contactos e ânimo para o inesgotável trabalho que implica o desenvolvimento e a intervenção de proximidade.