Notícias


Aura Miguel comemora 100 viagens papais

14 Maio 2019
A Rádio Renascença prestou, esta segunda-feira 13 de maio, homenagem à única vaticanista portuguesa, na altura em que Aura Miguel acaba de realizar a sua centésima viagem no avião papal, com o apoio da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, e os números falam por si. 

11 voltas ao mundo, 3 Papas, 100 viagens papais, milhares de minutos gravados para a emissora católica, uma entrevista exclusiva com o Papa Francisco e muitas histórias ricas em revelações e memórias.

A jornada para Aura Miguel teve o seu início no longínquo  ano de 1987, desafiada pelo seu diretor, João Amaral, numa viagem em que acompanhou o Papa João Paulo II, a uma Polónia ainda sob o domínio de uma União Soviética em declínio.

Durante duas horas, a vaticanista relembrou as suas viagens, confidenciou aspetos do interior do avião papal e as principais diferenças que vê nos três Papas que acompanhou ao longo dos últimos 30 anos.

"Quando comecei era muito jovem e aprendi imenso com o Victor Simpson, agora da Associated Press, que é judeu e a quem o Papa chamava muitas vezes para falar, porque admirava muito a sua maneira de trabalhar", conta Aura Miguel.

Desafiada a dizer o que é que aprendeu com os diferentes Papas que já acompanhou, Aura Miguel recordou que teve a oportunidade de perguntar diretamente a João Paulo II como é que podia ser melhor jornalista. "É preciso discernir sempre", respondeu. "Com Bento XVI aprendi a alargar os horizontes da razão e com o Papa Francisco a perceber que a realidade é superior à ideia, na realidade é que se joga tudo."

Edmundo Martinho congratulou a vaticanista pela sua centésima viagem papal, dizendo que para a Santa Casa é "uma honra muito grande e uma grande satisfação poder estar associados a este projeto. A nossa parte é a mais simples de todas. A parte mais complexa é a de quem faz este acompanhamento e de quem se disponibiliza para este trabalho e é por isso que temos apoiado e vamos continuar a apoiar".

No final da homenagem e quando questionada se iria continuar estas viagens, Aura Miguel foi perentória: "A Jornada ainda vai a meio, espero poder continuar este desígnio e este sentido de missão".
No encontro esteve ainda presente Rino Passigato, Núncio Apostólico em Portugal, o Cardeal D. Manuel Clemente, Patriarca de Lisboa, José Luís Ramos Pinheiro, antigo diretor de informação e Graça Franco, atual diretora de informação da emissora católica.