Notícias


Balanço de uma Temporada única

19 Novembro 2018
A 30ª edição da Temporada Música em São Roque (TMSR) está concluída. Aquela que se apresentou como, mais do que uma Temporada de música diferente uma Temporada única, voltou a dar sinais de vitalidade e consistência no panorama da música clássica nacional.

Em ano de aniversário redondo, a Música em São Roque cedo deu sinais de querer pautar-se pela diferença. Foi com esse espírito que apresentou um site renovado, que reúne um pouco do que de melhor se fez neste certame ao longo de três décadas, sem perder o foco de modernidade que se impõe numa Temporada que quer chegar a cada vez mais públicos.

Outra das novidades foram as cinco sessões "Ouvidos para a Música", conduzidas pelo maestro Martim Sousa Tavares entre 26 de setembro e 23 de outubro. No Museu de São Roque, na igreja do Convento de São Pedro de Alcântara e na Igreja de São Roque assistiram a este ciclo 600 pessoas.

Para Filipe Carvalheiro, diretor artístico da TMSR, "a edição de 2018 da Temporada reafirmou os valores artísticos que a têm norteado desde a sua criação há 30 anos. A forte ligação entre a música e os espaços arquitetónicos do património da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa concretizou-se através de um conjunto de onze concertos de grande sucesso".

O maestro sublinha que, "subjacente a uma programação abrangente, que incluiu obras musicais desde a idade média aos nossos dias, esteve o reforçado apoio aos músicos portugueses ou estabelecidos em Portugal, encorajando a recuperação de obras esquecidas ou a apresentação de obras novas de alto valor para o património musical português".

Filipe Carvalheiro lembra que "agrupamentos institucionais, como o Coro Gulbenkian e o Coro Casa da Música, partilharam o palco da Temporada Música em S. Roque com solistas e agrupamentos de renome bem como valores emergentes".

Os concertos da Temporada iniciaram no dia 12 de Outubro, com lotação esgotada para o concerto do Coro Gulbenkian. Além deste tivemos mais 5 concertos com lotação esgotada, num total de cerca de 2500 pessoas a assistirem aos 11 concertos do cartaz.

Relativamente às visitas guiadas, o maior sucesso é sempre o Mosteiro de Santos-o-Novo que, por ser um local normalmente encerrado ao público, desperta sempre muita curiosidade. Na totalidade passaram pelas visitas guiadas no contexto da TMSR 225 participantes.

Saiba mais sobre a Temporada Música em São Roque em http://mais.scml.pt/tmsr/