Notícias


Centro de Dia de Vila Cova de Alva ampliado e remodelado

21 Maio 2019
O Fundo Rainha D. Leonor (FRDL) apoiou a ampliação e requalificação do Centro de Dia da Santa Casa da Misericórdia de Vila Cova de Alva.

Com a ajuda do Fundo Rainha D. Leonor, a Santa Casa da Misericórdia de Vila Cova de Alva, no distrito de Coimbra, ampliou e remodelou o Centro de Dia. A obra foi inaugurada a 5 de maio, e permite melhores condições para os idosos.

A beneficiação do Centro de Dia representou um investimento de 320 mil euros e recebeu o apoio de 135.908,43 euros do Fundo Rainha D. Leonor.

Tratou-se de uma ampliação do edifício que alberga o Centro de Dia e o Serviço de Apoio ao Domicílio que incluiu a criação de uma sala comum com porta para uma área coberta exterior, o aumento da cozinha e a construção de casas de banho para apoio a essa sala. 

O projeto permite criar mais 16 vagas no Centro de Dia e, com as obras de requalificação da cozinha, a remodelação da lavandaria e a criação de uma área para o pessoal, potencia o Serviço de Apoio ao Domicílio em mais cinco utentes.

Por sugestão do FRDL, a área de apoio aos funcionários passou para o primeiro piso, mantendo a zona de circulação dos utentes ao nível do rés-do-chão e foi aberta uma porta da sala diretamente para a sala exterior que é o pátio. Ainda por sugestão do FRDL, a Misericórdia de Vila Cova de Alva fez arranjos exteriores na envolvente do edifício e alterou a distribuição das áreas evitando que os utentes tenham de aceder ao primeiro piso para consultas e descanso (quarto da sesta). O projeto cria mais um posto de trabalho.

FRDL

Criado pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e pela União das Misericórdias Portuguesas, em 2015, o Fundo Rainha D. Leonor nasceu da convicção da SCML de que as boas causas devem sair das fronteiras da capital. O objetivo é ajudar as misericórdias portuguesas no seu trabalho em causas sociais prioritárias, dando o seu contributo para a coesão social e territorial do país.

Desde 2017 que o apoio do Fundo se dirige também à recuperação do património histórico das Misericórdias, tantas vezes relegado para segundo plano dada a urgência das causas sociais.

Desde a sua criação, o Fundo Rainha Dona Leonor já apoiou projetos de 90 misericórdias, 80 na área social e dez na área do património.

Créditos: Nuno Espinal