Notícias


COVID-19 | Medidas da Santa Casa

14 Março 2020

Na sequência das orientações do Governo e tendo em atenção o estado de alerta decretado em todo o país, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa definiu um conjunto de medidas, tendo como pressuposto essencial que a prioridade, nesta fase difícil para todos, tem de ser a manutenção de todas as funções críticas e essenciais da SCML no apoio aos mais desprotegidos bem como a salvaguarda da segurança dos seus utentes, colaboradores e respetivas famílias.

De entre as medidas implementadas salientam-se:

  • Encerramento dos serviços com contacto com o público que não sejam essenciais para a missão da SCML no momento presente;
  • Redução dos serviços de atendimento ao público ao nível de resposta mínima e essencial, privilegiando-se a marcação prévia sempre que possível;
  • Encerramento dos serviços de resposta a crianças e jovens, com exceção das crianças e jovens em risco com medida de promoção e proteção;
  • Suspensão das visitas aos lares de idosos e aos estabelecimentos de cuidados continuados, sem exceção;
  • Encerramento dos centros de dia, assegurando-se, em casos de reconhecida necessidade, manutenção da resposta através de apoio domiciliário;
  • Desmarcação, sempre que possível, de atendimentos a utentes agendados (com posterior remarcação), privilegiando-se neste contexto o contacto/atendimento telefónico;
  • Desmarcação dos atos médicos, cirurgias e fisioterapia que não sejam urgentes, procedendo-se à remarcação logo que possível;
  • Suspensão de todas as atividades culturais anteriormente agendadas e encerramento do Museu de São Roque e Sala de Leitura da Biblioteca;
  • Encerramento da Casa do Impacto;
  • Reforço do Contact Center para prestar apoio e esclarecer os utentes e também os colaboradores.

Neste momento tão exigente, contamos com a compreensão e solidariedade de todos, garantindo que tudo estamos a fazer para que a SCML mantenha a resposta aos utentes que necessitam de todos nós.