Notícias


Jogos Santa Casa vestem a camisola da Volta a Portugal

31 Julho 2019
Até ao próximo dia 11 de agosto, os amantes do desporto português só vão pensar em cores! Entre a amarela, a verde ou a branca, há muito por quem torcer, muitas horas para assistir e sobretudo muitos quilómetros para percorrer! Falamos, é claro, da 81ª Volta a Portugal em bicicleta que arranca hoje, em Viseu, e que conta, mais uma vez, com o apoio dos Jogos Santa Casa!

E por falar em cores, sabemos que cada adepto das duas rodas terá a sua "disciplina" favorita e nós... também! Ao longo dos anos, os Jogos Santa Casa foram-se especializando no apoio ao desporto, nas suas vertentes menos mediáticas e mais necessárias (como o desporto adaptado ou desporto feminino, por exemplo). Este ano, na Volta a Portugal - além de mantermos o nosso apoio ao desporto e talentos lusos com a atribuição, a cada etapa, do prémio de "Melhor Português" - também vestimos (literalmente) a camisola de uma causa que nos é mais querida: o desporto jovem.

Símbolo maior das futuras esperanças (e quem sabe estrelas) do ciclismo, a camisola da juventude sempre se figurou como a montra perfeita para os jovens atletas que, todos os anos, se propõem a percorrer as mais difíceis estradas de Portugal. 

É a esta esperança e, sobretudo, a esta fonte de motivação, a este estímulo ao esforço e à dedicação jovem, que os Jogos Santa Casa se associam este ano. A camisola da juventude será, nesta 81ª edição da "Grandíssima" denominada "Camisola Branca Jogos Santa Casa". 

A presença na camisola das esperanças é, segundo Edmundo Martinho, provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, não só "mais uma prova do nosso apoio [ao desporto jovem], mas também um enorme motivo de orgulho". Um orgulho de apoiar quem dá o seu melhor, na busca incessante dos seus objetivos. Um orgulho que não se esgota, apesar do patrocínio a 18 federações desportivas (incluindo a Federação Portuguesa de Ciclismo) e que na Volta ganha ainda um tempero extra, como explica o responsável da Misericórdia de Lisboa.

"No caso da "Volta" há ainda mais emoção em jogo, a emoção associada a uma tradição de longa data. Desde a década de 60 do século passado, quando a carrinha do Totobola integrou a caravana publicitária da maior prova de ciclismo lusitana, que a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa pedala, lado a lado, com os heróis das duas rodas!" explica Edmundo Martinho.

Hoje, dia 31 de julho, a partida e chegada acontecem na cidade de Viriato, na Avenida da Europa. Mas a emoção das grandes decisões está guardada para mais tarde, para o regresso, 30 anos depois, à final da Volta à Avenida dos Aliados, no Porto. 

Até lá pode acompanhar todas as curvas e contracurvas desta prova nas nossas redes sociais onde iremos mostrar porque é que a Volta, tal como o desporto, tem todo o nosso apoio!