Notícias


Novo Centro de Reabilitação em Lisboa

02 Julho 2018
No dia em que a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) comemora 520 anos de existência, o provedor da instituição, Edmundo Martinho, anuncia em entrevista ao ECO a intenção de desenvolver em Lisboa um grande Centro de Reabilitação, à semelhança do Centro de Medicina de Reabilitação de Alcoitão.

Edmundo Martinho sublinhou o peso da Saúde nas áreas de intervenção da SCML, lembrando que "é uma área de claro investimento social da Santa Casa. Temos três unidades mais pesadas: o Centro de Reabilitação de Alcoitão, Hospital de Santana, na Parede, e outro que é a Unidade de Cuidados Continuados Maria José Nogueira Pinto na Aldeia do Juzo. São as unidades mais pesadas que temos com caráter residencial e hospitalar".

Na Saúde, a Misericórdia de Lisboa tem duas grandes áreas: a reabilitação, com um modelo que tem vindo a ser desenvolvido em Alcoitão, e a cirurgia ortopédica, que é desenvolvido no Hospital de Sant'Ana. O provedor considera que "temos uma intensidade no domínio da reabilitação e da cirurgia ortopédica geriátrica que não tem paralelo em nenhuma entidade hospitalar. Tudo isto significa dizer que a nossa obrigação é estender a disponibilidade deste património técnico e científico a tantas pessoas quanto formos capazes".

Para além da criação do Centro de Reabilitação, o provedor da SCML falou sobre uma ambição que quer ver concretizada ainda neste mandato, o lançamento de um projeto virado para a empregabilidade das pessoas com deficiência.

O que se pretende é criar condições para que todas as pessoas tenham acesso ao mercado de trabalho. Edmundo Martinho explica que pretende que se promova "uma empregabilidade afastada daquilo que é o emprego protegido, dos enclaves de emprego. É sermos capazes de ajudar pessoas com deficiência, em função obviamente das capacidades que tenham, a construir uma carreira profissional ainda que limitada".