Notícias


Santa Casa reabilita património histórico e cultural

21 Maio 2018
A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa vai investir mais de 1,4 milhões de euros na reabilitação do Convento dos Cardaes.

O provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML), Edmundo Martinho, e o presidente da Direção da Associação Nossa Senhora Consoladora dos Aflitos, Gustavo Guimarães, assinaram esta segunda-feira, 21 de maio, um protocolo de colaboração, com vista às obras de reabilitação parcial do Convento dos Cardaes, em Lisboa.

Apesar do Convento não estar a cargo da SCML, este apoio faz parte de um dos grandes objetivos da Santa Casa: preservar o património histórico e cultural de Lisboa. A instituição investe mais de 1,4 milhões de euros na reabilitação do Convento dos Cardaes. 

"O nosso compromisso é apoiar quem precisa", disse o provedor na sua intervenção. "Este apoio resulta do mérito e reconhecimento do trabalho aqui desenvolvido", adiantou, enaltecendo o empenho e a dedicação da Associação Nossa Senhora Consoladora dos Aflitos.

Edmundo Martinho manifestou o seu agrado por poder contribuir para a recuperação do Convento, salientando que é um orgulho para a Santa Casa associar-se à preservação do património histórico e religioso único na cidade de Lisboa.

O presidente da Direção da Associação Nossa Senhora Consoladora dos Aflitos, Gustavo Guimarães, na sua intervenção, agradeceu à Santa Casa o voto de confiança. "Sem a vossa ajuda, não seria possível, por nós próprios, fazer as necessárias obras", referiu.

Além de ter como objetivo preservar o património da cidade, este investimento irá também contribuir para ajudar a Associação Nossa Senhora Consoladora dos Aflitos a continuar a desempenhar a sua missão, ao mesmo tempo que permite que a prática do culto possa ser feita condignamente.

A SCML tem desenvolvido uma política de salvaguarda e valorização do seu património, dando ainda continuidade à aposta estratégica de preservar a memória coletiva e o património arquitetónico e artístico nacional. Disto são exemplos recentes e emblemáticos a reabilitação da igreja da Conceição Velha, o novo teto da igreja de Santa Isabel, a capela de São Roque dos Carpinteiros de Machado, propriedade da Marinha, a recuperação da capela de Nossa Senhora do Monte, e agora, a reabilitação do Convento Cardaes.

O Convento dos Cardaes

Fundado por D. Luísa de Távora em 1681, sendo a sua arquitetura do século XVII. É uma das poucas estruturas pré-pombalinas que ainda existe e guarda em si um significativo acervo de arte sacra e decorativa.

Em 1876, o Convento foi cedido à Associação Nossa Senhora Consoladora dos Aflitos, para nele instalar um "Asilo de Cegas". Ainda hoje, esta Associação mantém ao seu cuidado, a tempo inteiro, senhoras cegas e senhoras portadoras de multideficiência grave, que residem no Convento.