Reportagem da Semana


Crianças que conseguem tudo

29 Junho 2018
O jardim do Centro de Reabilitação de Paralisia Cerebral Calouste Gulbenkian recebeu a 9ª edição dos Jogos Adaptados. Estimular a linguagem e a comunicação das crianças com paralisia cerebral é um dos muitos objetivos desta iniciativa. Conheça os protagonistas destes Jogos.

O olhar de Tiago e Ana Rita Pita transborda de alegria, ao contar as conquistas do filho, um menino de dois anos com paralisia cerebral, que frequenta o CRPCCG. "Ser mãe de uma criança com paralisia cerebral é um desafio. Muda-nos para sempre, porque deixamos de ver a longo prazo", diz Ana Rita, emocionada. 

No jardim do Centro, enquanto o petiz participa em algumas das atividades, os pais dizem que os Jogos Adaptados são uma excelente forma de mostrar às crianças e aos seus familiares que estes meninos não têm de estar confinados às suas limitações. 

Tiago e Ana Rita Pina dizem que esta iniciativa é, também, uma forma de promover as potencialidades destas crianças e, ao mesmo tempo, de os incluir na sociedade.

A 9ª edição dos Jogos Adaptados são uma iniciativa do Centro de Reabilitação de Paralisia Cerebral Calouste Gulbenkian, sob gestão da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, destinando-se a crianças e jovens até aos 16 anos, em atendimento, neste equipamento.