Reportagem da Semana
Fantoches e crianças vão à praia
Os enfermeiros da Unidade de Saúde Santa Casa do Castelo apresentam um teatro de fantoches, que permite captar a atenção das crianças para os perigos da exposição solar.

O refeitório do parque infantil de Santa Catarina, na Calçada do Combro, foi o local escolhido para o espetáculo dos fantoches, organizado pela equipa da Unidade de Saúde Santa Casa do Castelo. Quatro enfermeiros dão corpo, voz e vida aos fantoches. 

No centro deste espaço, uma tenda de índios, com uma bandeira verde no topo, faz as delícias da garotada, que espera ansiosamente pela chegada dos bonecos, que falam e se mexem sozinhos. 

Cheios de entusiamo, aos pulos, vão imaginando que histórias este espetáculo lhes contará. Espreitam por cima, por baixo, tentam adivinhar que conto será...

De calções verdes e camisola de manga curta, um dos meninos, com 5 anos, olha atentamente para os bonecos. Não consegue esconder a sua curiosidade. Nem pestaneja, tal é a sua atenção. Nos olhares das crianças, há um brilho. É a magia das histórias...

"Olá, meninos e meninas. Estão preparados para ouvir a história que vos trago?", pergunta o Chico, um dos fantoches e o narrador da história. 

A peça começa com a ida de Maria e de Rita à praia e com os cuidados indispensáveis durante a época balnear. A mãe explica-lhes que é preciso ter cuidado com o sol quando se vai à praia. 

"Só o protetor não chega. Sabiam que há sol bom e sol mau?", pergunta a mãe.

"O que é isso?", respondem a Maria e a Rita, enquanto se ouvem as gargalhadas de outras crianças.

"O sol bom é aquele que espreita de manhã e à tardinha". Já o "sol mau" brilha das 11h00 às 17h00, explica a mãe.


Com a ajuda das crianças, as duas meninas e a mãe escolhem o que é essencial para levar para a praia: guarda-sol, óculos de sol, protetor, água, roupa larga e fresca, fruta e chapéu, são alguns dos exemplos.

Ao som do "Despacito" e de uma letra arranjada para o efeito, os fantoches alertam as crianças para os perigos da exposição solar e para os cuidados básicos a ter quando se vai à praia.

A propósito desta iniciativa, Maria João Alves, enfermeira do conselho técnico da Unidade de Saúde Santa Casa do Castelo, destaca a "grande recetividade" das crianças, das educadoras e dos pais. "Conseguimos chegar mais facilmente às crianças para que elas interiorizem, através de uma atividade lúdico-formativa, os temas e os conceitos da saúde".

A enfermeira explica que a peça enfatiza quais os cuidados a ter aquando da exposição solar, assim como a importância da hidratação e do vestuário adequado, lembrando que a iniciativa visa promover hábitos saudáveis, sensibilizar as crianças para os perigos do sol e proporcionar atividades lúdico-formativas. 

A equipa de enfermagem da Unidade de Saúde Santa Casa do Castelo promove ações de educação para a saúde. As crianças são um dos públicos-alvo. Recorrendo ao teatro de fantoches, feitos por idosos do Centro de Dia de São Boaventura, esta Unidade produz e encena peças infantis, e assim se promove a intergeracionalidade.

"Verão, que calorão!" é o tema da peça apresentada, que se desenrola de forma animada e participativa, sempre com música que estimula a interiorização de conceitos fundamentais sobre a época estival.

Lígia Sousa, 27 anos, enfermeira da referida Unidade, e autora do guião da peça, destaca desta iniciativa a recetividade, a curiosidade e a atenção das crianças, que com facilidade "apanham a mensagem que nós queremos transmitir".

Os fantoches

O teatro de fantoches, de bonecos ou de marionetes é a expressão teatral que caracteriza as encenações realizadas por estes. Remontam aos tempos ancestrais, têm cumprido um papel importante na história das civilizações, adaptando-se às necessidades de cada época. Esta modalidade teatral preserva, porém, o seu caráter ambulante, ao encenar os espetáculos nos teatros, nas ruas ou em outros espaços públicos.

28 de julho de 2017
 

O refúgio dos artistas +

Alegria, convívio e atividade física +

Pousal: 53 anos a praticar Boas Causas +

O verão em que os festivais tocaram a todos +

Uma casa de portas abertas +

Descodificar sons, palavras e corações +

Voluntariado: uma forma de ajudar +

Santa Casa: Um festival dentro do MEO Sudoeste +

Fantoches e crianças vão à praia +

Cristina, a rainha das medalhas +

1 2 3 >
Facebook